Município de Almodôvar

Notícias

Autarquia de Almodôvar e Bombeiros Voluntários preocupados com actual situação do Centro de Saúde de Almodôvar


A Câmara Municipal e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almodôvar, vêm por este meio tornar pública a sua grande preocupação perante a actual situação do Centro de Saúde de Almodôvar, sobretudo tendo em consideração o crescente descontentamento da população face às inúmeras falhas no serviço de urgência e sucessivos atrasos nas consultas externas.

Tal facto, certamente do conhecimento das autoridades de saúde, tem-se agravado nos últimos tempos, provavelmente pelos sucessivos problemas de escalonamento dos médicos necessários para assegurar o serviço de urgência e a constante sobrecarga de trabalho dos restantes profissionais de saúde que, por si só, são em número, manifestamente, inferior às reais necessidades, sobretudo se considerarmos o período de férias estivais.
Conforme informação da Senhora Directora do Centro de Saúde de Almodôvar comunicada em 31 de Julho à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almodôvar, durante o mês de Agosto não haverá, total ou parcialmente, serviço de atendimento complementar durante 22 dias. O mesmo sucedeu entre os dias 17 e 28 de Julho.
Refira-se que, para além dos prejuízos que acarreta para o comum do cidadão que se tem de deslocar ao Centro de Saúde de Castro Verde, o que em alguns casos poderá representar trajectos superiores a 120 km, também os Bombeiros Voluntários de Almodôvar, vêm o serviço de transporte de doentes agravar-se de forma dramática.
Este aumento exponencial de serviço, torna-se ainda mais grave quando se verifica que o risco de incêndio é bastante elevado no Concelho, o que obriga a Corporação de Bombeiros a uma constante vigilância e participação em combate a fogos deflagrados, quer na área, quer em toda a Região.
Assim, os Bombeiros Voluntários deparam-se com a falta de meios técnicos e humanos e são obrigados a fazer um esforço violento ao verem o serviço de transportes de doentes aumentar desta forma.
Por outro lado, importa ter presente que o Concelho de Almodôvar, é atravessado em toda a sua extensão pela A2, troço esse que em termos estatísticos apresenta o maior índice de sinistralidade, sobretudo na época estival.
Há que ter em conta ainda, que a caça é uma actividade bastante popular no Concelho, pelo que a partir do próximo dia 15 de Agosto (data de abertura oficial do calendário cinegético), estarão no Campo vários milhares de caçadores, o que aumenta exponencialmente o risco de acidentes.
Em face do exposto, e ponderados todos estes factores, a Câmara Municipal de Almodôvar, considera inaceitável que até ao momento, não tenha sido reforçado o quadro clínico existente e ainda que não sejam asseguradas, no imediato e de forma continuada as urgências do Centro de Saúde.
Perante este quadro, a Câmara Municipal de Almodôvar e a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Almodôvar, decidiram alertar novamente Sua Excelência o Ministro da Saúde, Sua Excelência o Secretário de Estado da Saúde, Sua Excelência o Governador Civil de Beja, Senhor Coordenador da Sub-Região de Saúde de Beja, a Inspecção Geral de Saúde e a própria Senhora Directora do Centro de Saúde de Almodôvar, para que sejam promovidas as devidas diligências, no sentido de minorar este problema, designadamente através do reforço dos clínicos existentes.