Município de Almodôvar

Notícias

António Bota preocupado com fragilidades no Centro de Saúde

António Bota preocupado com fragilidades no Centro de Saúde

O Presidente da Câmara Municipal de Almodôvar, António Bota, torna pública a sua preocupação com as evidentes fragilidades no Centro de Saúde local devido ao número insuficiente de médicos que ali prestam serviço. Esta situação está a causar enormes dificuldades no acesso das pessoas aos cuidados de saúde, sobretudo porque a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) ainda não cumpriu o compromisso estabelecido com a Câmara Municipal no sentido de contratar os médicos que fazem falta no concelho de Almodôvar, e porque a Unidade Móvel de Saúde não presta serviço médico nas localidades mais remotas do concelho.

Refira-se, aliás, que a Câmara Municipal de Almodôvar, no início de 2014, num esforço concreto para dar resposta ao problema, encontrou forma de contratar um médico temporariamente e que ainda está por concretizar a contratação definitiva deste profissional. Isto apesar de já terem decorrido cerca de três meses desde a data em que a autarquia cumpriu a sua parte, temporariamente, sob o compromisso que a ULSBA faria a sua obrigação inerente às competências do ministério da saúde.

O problema torna-se mais preocupante porque, logo após a intervenção da CMA na contratação do médico, o centro de saúde ficou sem outro profissional que voltou á sua terra natal, deixando o quadro médico do Centro de Saúde de Almodôvar bastante enfraquecido. Passados três meses, o problema persiste e continuamos á espera que a ULSBA contrate definitivamente o médico que se encontra em situação contratual precária. O problema persiste pois o centro de saúde precisa de pelo menos mais um profissional.

O Presidente da Câmara Municipal de Almodôvar não pode deixar de lamentar que, perante dificuldades muito concretas das populações, a Unidade Local de Saúde do Baixo Alentejo (ULSBA) esteja a demorar tanto tempo na resolução dos problemas e pareça não querer assegurar as condições básicas na prestação de serviços de saúde que a população de Almodôvar exige e merece. Isto, apesar de todos os compromissos assumidos e da disponibilidade que a Câmara Municipal apresentou para encontrar as soluções necessárias, desde disponibilizar verbas para a contratação até colocar à disposição dos médicos habitação sem custos.